segunda-feira, 27 de março de 2017

Pior...


... que ser segunda feira é: Ser segunda feira e aturar gente parva pela manhã!

sábado, 25 de março de 2017

Oh My Dog


Eu adoro animais. Adoro mesmo. Tenho dois gatos "filhos" e mais quatro cães e uma gata "adoptivos". Estes meus animais são hiper espertos. Seja gatos ou cães... estão à minha espera na estrada quando venho ainda a cerca de 200 m de casa. São uns fofinhos. Contudo, também têm os seus problemazinhos. Ontem, a minha mãe chegou a casa e andava uma peça de roupa na boca de um dos cães. E ele andava no meio da estrada todo contente com aquilo na boca. Ao início pensou ser uma peúga... Mas quando chegou perto, viu que era... AS MINHAS CUECAS! AHAHAH Só a mim! 

sexta-feira, 24 de março de 2017

Do Amor


"O amor não começa quando se quer, nem acaba quando se deseja. O amor é forte, destemido, indomável. Senão fosses tu, seria outro, dizem-se os amantes, eu quero viver na tua vida. Os amantes adivinham-se sem palavras, olham-se nos olhos à procura, fecham-se em quartos pequeninos. Perdem-se um no outro, agarram-se com toda a força dos dedos e dos braços, beijam-se sobre fundos abismos. O amor sempre mete muito medo. O medo de vir a faltar depois de tudo ter prometido. Vai, mas não apanhes nenhum frio, e depois volta. Os amantes regressam quando a luz é pouca a um supremo egoísmo. Eu e tu e mais ninguém. O mundo pode desabar, o mar mudar de cor, a lua cair de repente. Só importa o brilho dos teus olhos e o sangue a bater nas tuas veias. Fica quieto, não faças nada. Ama-me mais, de dia e de noite. O mundo não precisa de saber de nada disto."

Pedro Paixão

quarta-feira, 22 de março de 2017

Gestos


Tenho a felicidade de ter grandes amigas na minha Vida. Foi um fim de semana difícil para a minha R. O pai, base da sua Vida, faleceu há pouco tempo e foi o primeiro dia do Pai sem ele... fisicamente presente. Os abraços e beijos consolam, algumas palavras também... Mas, nada tapa a dor da perda. Ontem tínhamos reunião e a minha mãe fez arroz doce. A minha mãe faz um arroz doce maravilhoso, o melhor do Mundo. A R. adora. Então, levei-lhe uma taça, por entre sorrisos e brincadeiras, na esperança de adoçar a alma e o coração dolorido. Mandou-me mensagem agora a agradecer e a dizer que tinha sido muito importante para ela. Às vezes, não são precisas grandes atitudes ou palavras ensaiadas para abraçarmos alguém que precisa de nós, por fora e por dentro... Ou para aconchegar as suas dores, fazeres-te presente. Bastam gestos pequenos e sentidos, palavras (não) ditas no meio de uma taça de arroz doce. 

Dos dias


"A paisagem dos dias tem pouco que ver com as estações do ano. Mas talvez tenha muito da paisagem que decidimos ser a cada dia que passa. Falar dos dias feios é lembrar que as feridas ardem sempre muito antes de darem lugar ao tempo da cura. Falar dos dias feios traz de volta o que doeu, o que não conseguimos, o que não foi nosso, o que não rimou com o nosso coração. Ninguém gosta de dias feios porque nos parece que a alegria vem sempre de mãos dadas com a luz do sol e do céu muito azul. No entanto, são os dias feios que nos preparam para merecer as alegrias que o futuro há-de trazer. São esses dias magros de beleza que nos ensinam a sorrir às coisas pequenas e simples. Por sabermos que, num dia mais feio, podemos muito bem perder-lhes o rasto. São os dias tortos que nos endireitam o coração. São os dias feios que nos fazem pensar e agradecer. Não nos deixemos convencer que os dias escuros duram mais que os outros. Ainda que nos sigam e se sigam uns aos outros. Cabem muitos dias bonitos em cada dia que nos nasce feio. É uma questão de perspectiva. A vida pode ser feia durante tempos sem fim mas é tão bonita, não é?!"

Marta Arrais in iMissio

segunda-feira, 20 de março de 2017

Das fofices


"Melman: Listen Mototo, you'd better treat this lady like a queen. Because you, you my friend... have found the perfect woman. If I was ever so lucky to find the perfect woman, I would give her flowers every day. And not just any flowers, okay? Her favorites are orchids. White. And I would bring her breakfast every day. Six loaves of wheat bread with butter on both sides. No crusts. Just the way she likes it. I'd be her shoulder to cry on and her best friend. And I'd spend every day thinking of ways to make her laugh. She has the most... amazing laugh. That's what I would do, if I were you." 

In Madagáscar 2

sexta-feira, 17 de março de 2017

Inveja


Dos meus gatos. Em tempos tranquilos, comem e dormem. Recebem mimos quando pedem e querem. Em tempos conturbados, não comem (porque nem sentem necessidade)... andam desvairados uns atrás dos outros (procriação ao rubro) e ainda voltam magrinhos. É... É inveja mesmo. :P 

quinta-feira, 16 de março de 2017

O meu "pupilo"


... (Ou Escravo como gosto de lhe chamar XD) é nada mais nem menos que a Dóris do Nemo. Digo-lhe uma coisa agora e passado um segundo já não se lembra ou baralhou tudo! Isto não seria grave se não estudasse/trabalhasse num laboratório cheio de reagentes e processos químicos perigosos. Socorrroo!

terça-feira, 14 de março de 2017

Uma pessoa...


... tem de aturar cada alminha mais vazia e com mau íntimo, que chega a ser surreal. Mexam com os meus e mexem comigo... E depois, aguentem-me. 

segunda-feira, 13 de março de 2017

Monday mood


Hoje de manhã cedo, na viagem de carro para o trabalho, depois de maldizermos as segundas feiras... dissertei com um amigo sobre o facto de exprimirmos, ou não, tudo o que sentimos. É bom ou é mau. Perdemos ou ganhamos. O Mundo vive com verdades escondidas e sentimentos/vontades camufladas. É preciso balancear o que se diz. Mais tarde lembrei-me desta frase... 

quarta-feira, 8 de março de 2017

Ser Mulher


Neste dia da 'Mulher' vou dedicar este post aos homens da minha vida. Aos que me fazem sorrir. Aos que me fazem emocionar. Aos que me fazem sentir quente e especial. Porque uma verdadeira Mulher só o é na sua plenitude com Homens igualmente especiais. Um dia feliz para todas as Mulheres que só por o serem já são um exemplo de força e a todos os homens que as descobrem na sua essência. Como já referi não sou de dias rotulados... De qualquer das maneiras... Um óptimo e feliz dia da MULHER:

 ... A todas as mulheres desta pequena bolinha no Universo chamada Terra.
... E a todos os homens que têm a capacidade de as fazer sentir especiais e reconhecer o seu devido valor.

terça-feira, 7 de março de 2017

Retratos


Entre os teus lábios
é que a loucura acode
desce à garganta,
invade a água.

No teu peito
é que o pólen do fogo
se junta à nascente,
alastra na sombra.

Nos teus flancos
é que a fonte começa
a ser rio de abelhas,
rumor de tigre.

Da cintura aos joelhos
é que a areia queima,
o sol é secreto,
cego o silêncio.

Deita-te comigo.
Ilumina meus vidros.
Entre lábios e lábios
toda a música é minha.

Eugénio de Andrade, in "Obscuro Domínio"

sexta-feira, 3 de março de 2017

Mania das grandezas


Há pouca coisa que me tire de Mim como a típica mania das grandezas. A futilidade e vazio associado a este tipo de "coisas" colocam o meu sistema nervoso ao rubro. Fui criada no meio do Nada onde se tinha Tudo. Fui educada a saber bem onde poupar e onde gastar. Fui educada a dar o melhor de Mim para não passar (ou não deixar passar) pelas agruras que os meus pais passaram para me darem o necessário e indispensável. Lá está... o necessário. Sim, adoro viajar, adoro ir a restaurantes, adoro todas as futilidades aliadas a ser gaja. Mas eu sei quando e onde o posso fazer. Se compro, é porque não tenho... Não é para ter melhor que o X e Y. Não é para me endividar ou passar necessidades básicas para ter o telemóvel e o carro XPTO... Para ter uma mala Michael Kors em vez de uma igualzinha comprada nas feiras. Não sou e nunca fui de "marcas", em nada. Bom gosto aliado ao económico, sempre. E depois há dias assim... em que me desiludo com a mesquinhez e pequenez humana. 

quarta-feira, 1 de março de 2017

Genética

É quando acontecem coisas destas que percebo que a genética funciona lindamente XD Tal madrinha, tal afilhada. aahahah Depois de jantar, sorrateira que só ela, deixa-me isto na mesa da cozinha. Só consegui ver depois de se ir embora. A sério... 9 anos! 9 anos e já é assim! Temo.. XD